iinspiradas

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Cruzeiro, vale a pena???

às
Quantas vezes você já passou na frente de uma agencia de turismo, ou pegou um encarte no semáforo e se viu tentado a comprar um cruzeiro? O post de hoje é para te dar uma noção geral sobre eles. E te dar mais coragem também. Bóra lá?

A primeira coisa que você tem que ter em mente quando se organiza para comprar um cruzeiro é entender tudo o que ele compõe, e por que uma companhia é mais cara e outra mais barata. Um cruzeiro inclui a acomodação, o deslocamento entre os destinos que se propõe, entretenimento a bordo, refeições inclusas (ou não), bebidas inclusas (ou não). E o preço é influenciado pela quantidade de dias de viagem, época da viagem e destino.


Companhias: As mais conhecidas aqui no Brasil são Royal Caribbean, MSC Cruzeiros, Costa Cruzeiros e Pullmantour. Porém, há muitas outras não tão famosas como a Norwegian Cruise Line, Iberostar, CarnivalDisney Cruise Line. Esse ano, por exemplo, a Royal não trouxer seus luxuosos navios para o Brasil. Então, a escolha da companhia é influenciada pelo destino escolhido naquela temporada.

Temporadas: No Brasil a temporada de cruzeiros vai do começo de novembro a meados de abril. Os roteiros no Caribe, principalmente saindo da Flórida, estão disponíveis o ano todo. Na Europa é basicamente o complemento da temporada brasileira, de maio a outubro. Já dá para ter uma ideia de que a sua disponibilidade pode influenciar no destino, né?

Roteiros/Destinos: Aqui no Brasil os Cruzeiros costumam fazer a nossa costa de São Paulo a Fortaleza. Ano passado tínhamos navios vindo a Porto Belo e partindo e chegando em Itajaí. Essa semana saiu a notícia que para a próxima temporada o porto de Camboriú pode ser incluído no hall de portos nacionais a receber os navios. 
O mais comum é sair de São Paulo ou Rio de Janeiro e seguir rumo o nordeste, passando por Ilha Bela, Buzios, Ilhéus, Salvador e outros.
Há alguns saindo de São Paulo indo rumo aos nossos vizinhos Uruguai, Argentina e Chile. Também existem ótimas opções saindo dessas localidades. 
Os cruzeiros no Caribe se dividem em Leste e Oeste, e o número de locais a serem visitados está diretamente ligado a quantidade de dias de viagem. Os pontos de partida mais conhecidos são na Flórida (os mais baratos também), Jamaica, Cuba e Colômbia.
Na Europa eu não tenho nem como te escrever aqui, tamanha quantidade de opções. O Mar Mediterrâneo e alguns dos grandes rios da região compõe os roteiros. 
O Golfo Pérsico e a Oceania também tem roteiros muito interessantes.

Acomodações: Aqui é óbvio, quanto menor e com menos janelas for o quarto mais barato será =D. E geralmente quando você pega uma acomodação mais luxuosa, mais serviços eles oferecem de forma gratuita. Eu com a minha mente de pão dura, não entendo pagar mais caro por uma cabine com varanda quando a ideia é não ficar nela a maior parte do tempo. 

Entretenimento: Acho que dá para dizer que é tudo o que você teria num resort bacana MAIS cassino, boate, teatro e festa de gala. Em algumas escolhas terá também refeições em restaurantes ótimos e bebida inclusive alcoólica inclusa. Atividades para todas as idades e gostos. Quando estiver a bordo você pode relaxar, passear, fazer compras, de divertir. Eu tenho a sensação de que é tanta coisa que a viagem nunca será longa o suficiente para aproveitar tudo.

Duração: Os roteiros no Brasil são vendidos de 3 a 7 dias, sendo qe em feriados sempre são 7 dias. Os dias de partida e retorno não são sempre fixos, este ano os de Natal e Ano Novo que vi partem sexta-feira. 
Pelo Caribe e Asia é possível encontrar algumas opções com aéreo incluso, e geralmente são 7 dias de cruzeiro. Saindo da Florida há diversas opções até de 2 ou 3 dias de duração, e são uma ótima opção para incluir no roteiro Miami-Orlando.
Há ainda os de travessia, quando os navios vem da Europa para o Brasil(novembro) ou quando estão retornando para lá (abril). Dependendo do roteiro serão de 14 a 21 dias de cruzeiro, e geralmente têm um preço excelente. Se tiver milhas para pegar o trecho da passagem aérea necessária pode ser um belo plano de férias.

Passeios: O cruzeiro faz paradas nas cidades e sempre vende passeios a parte, como city tour, mergulho, safari, etc. Não vale a pena comprar antecipado pois o preço não muda. E se você desistir ou cancelar perde muito dinheiro. Com um pouco de pesquisa e dependendo do destino, você pode economizar um dinheirinho contratando empresas de turismo local ou fazendo passeio por conta.

Preços: Os mais variados possíveis. Já te digo que o sentimento de revolta é super normal quando você começar a pesquisar o seu cruzeiro e descobrir que 5 dias pela costa brasileira em janeiro custa o dobrou ou o triplo de 5 dias pelo caribe saindo de Miami. Nossa taxas e impostos são os grandes responsáveis por isso. Ainda sim é possível encontrar boas opções com preço muito atraente, mas aqui a dica é antecedência: um cruzeiro de Ano Novo, 7 noites com tudo incluso e fogos em Copacabana começou sendo vendido este ano por R$3.400 em abril. Mas quem pensa no Ano Novo em abril, né? Agora ele vem sendo comercializado por mais de R$ 6 mil desde inicio de novembro. Eu acho que 3,4 mil reais para 7 dias sem precisar se preocupar com hospedagem e comida é um preço excelente para Ano Novo no Brasil.

Dicas extras: Alguns sites não apresentam as taxas portuárias no preço inicial, o que acaba te iludindo sobre o preço final. Eu odeio isso, sinto que estão tentando me enganar. Nos cruzeiros nacionais as taxas são em média R$500, variando com o numero de portos em que o navio vai atracar. 
Gosto muito do site da Royal Caribbean e da MSC Cruzeiros, ele já mostram o preço com taxas o que dá uma perspectiva mais realista da coisa. A MSC ainda tem alguns pacotes com o aéreo incluso. Dependendo do destino a parte aérea pode ser meio chatinha, tipo ir para Fort de France. Se oferecerem o aéreo, geralmente vôo direto saindo de São Paulo, vale super a pena.
Outra dica é: tem um feriado logo ali e eu não tenho para onde ir. Dá uma olhadinha nas opções de cruzeiro, principalmente nesta época do ano. Existem ofertas também quando eles precisam terminar de vender as cabines. Veja esse print que eu tirei hoje, as 22:40. Pena que eu já tenho planos...


Esse preço inclui cabine e refeições. As bebidas são pacotes a parte ou pagos individualmente. Vale lembrar que dentro do navio a moeda é dólar ou euro (consultar), e é necessário um cartão de crédito internacional ou um depósito caução na moeda do navio no momento do check-in.

A ultima dica é se você tem algum receio ou se sente inseguro sobre comprar um cruzeiro, recorra a um agente de viagem de confiança. Eles normalmente ganham a comissão da própria companhia, então não faz diferença de preço comprar no site ou com agente (a não ser mega promoções que podem acabar). Ele pode te ajudar caso você tenha duvidas. Eu faço muita coisa por conta, mas tenho um agente que sempre consulto. Se o preço dele for o mesmo ou melhor, ele me ganha. Tadinho, sofre um pouco porque eu sou um tanto chata e detalhista... hahahahahahaha


Espero que tenha te ajudado a abrir seus horizontes! 
Até semana que vem...
#VemComigo #SeJoga

4 comentários:

  1. Uaaaal, super expandiu meus conhecimentos sobre viagem de navio, sempre tive vontade, nem cogitei fazer isso nas férias do ano que vem, pois achava e no final de março não tinha mais navios saindo daqui do Brasil. Mas nunca tinha visto uma explicação tão clara assim, e olha que eu pesquisei muito! Parabéns pelo texto!!!

    ResponderExcluir
  2. Meu sonho é fazer um cruzeiro. Acho que assisti demais o Barco do Amor quando era criança! Hehehehe. Valeu Carou, me motivou a buscar esse sonho!

    ResponderExcluir
  3. Carou ADOREI! E descobri que eu não entendia nada de cruzeiro hahaha! 😜
    Ótima explicação! E boas dicas.

    ResponderExcluir
  4. Eu só fiz "cruzeiro" em navio cargueiro , serve? HAHAHAHA Casco ovalado que cachoalha bem mais que cruzeiro, sem nhoooR!
    Marinheiros entenderão!
    Um dia vou em um cruzeiro de carnaval cheio de gante bonita e musica boaaaa!!! :)
    Valeeeu Carou!! Adorei!

    ResponderExcluir