iinspiradas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Pó de Amla e seus benefícios para o cabelo

às

Pois hoje vamos falar sobre o Pó de Amla e seus benefícios para o cabelo.
Produto bastante desconhecido por aqui (eu pelo menos descobri esse tesouro há pouco tempo), mas muito usado no Oriente.
A Amla (Phyllanthus Emblica) é um fruto proveniente da Índia e possui uma elevada quantidade de antioxidantes, além de minerais, vitaminas, cálcio, fósforo, ferro e caroteno e o pó de Amla é feito a partir da fruta seca.



Quando usado no cabelo, suas propriedades antimicrobianas e antioxidantes ajudam a manter o couro cabeludo saudável, fortalecendo as raízes do cabelo, auxiliando no crescimento e diminuindo o aparecimento de fios brancos (diminui a perda de melanina dos fios), além de deixá-los macios, sedosos e brilhantes.
O uso regular de Amla nutre, combate a caspa e dá volume aos fios (ótimo para quem tem cabelos finos como os meus), além de ser um excelente condicionador natural.
Importante ressaltar que o pó de Amla não tem pigmento e, portanto, não vai tingir o cabelo. Todavia, o uso muito freqüente pode escurecer os fios, porque ajuda no aumento da pigmentação mais escura do cabelo, então a recomendação é de uso com intervalo de, no mínimo, quinze dias.

         Já faz um bom tempo que tenho usado o pó de Amla, alternando com o uso de Henna, argila Rhassoul e gel de Aloe Vera (sábado é o dia de cuidados especiais para o cabelo) e amo a aparência do meu cabelo após o uso do pó de Amla.
O maior problema, entretanto, é justamente encontrar o pó de Amla. Não é facilmente encontrado em lojas de produtos para cabelo ou em lojas indianas (pelo menos aqui em Porto Alegre/RS eu não consegui encontrar em uma loja física).
Na internet pode-se encontrar algumas marcas (não muitas) vendidas diretamente aqui no Brasil ou então em sites internacionais.

     Eu compro o Pó de Amla com a Iara Henna e sempre recebi os produtos dentro do prazo e muito bem embalados (também já comprei Red Kamala e compro Henna regularmente com ela, mas isso é assunto para outro dia).
Se você tiver qualquer dúvida sobre esse produto (ou qualquer outro que ela venda), é só mandar uma mensagem através do Facebook e ela responde prontamente e com muita paciência (eu fiz “milhares” antes de fazer minha primeira compra).
O preparo é bastante simples: em um prato fundo ou uma tigela, coloque o pó de Amla e vá adicionando aos poucos água quente (não fervendo) ou chá (eu gosto de usar chá de camomila ou chá verde) e ir mexendo até que fique com a consistência de um mingau (não muito espesso e sem nódulos). Depois é só esperar uns 15 minutos e passar no cabelo, mecha por mecha, deixando agir entre quarenta minutos e uma hora. Já a quantidade de pó de Amla a ser usada vai depender do comprimento e volume do cabelo. No meu caso, meu cabelo passa um pouco dos ombros e é bem fino, então um pacote de 100 gramas rende três aplicações.

      O cheiro é bastante suave, se comparado com a Henna e deve-se tomar o cuidado de não deixar a máscara/pasta ficar muito líquida, pois além de dificultar a aplicação, vai ficar escorrendo durante o tempo que ficar no cabelo e a sujeira vai ser grande.
Para retirar, água em abundância e lavar normalmente com xampu e condicionador. Dê preferência para um condicionador bem hidratante, pois, logo após a aplicação o cabelo fica um pouco ressecado, notando-se o cabelo mais macio e sedoso a partir do dia seguinte.
       Registra-se, ainda, que não existe produto milagroso. Nada vai transformar o seu cabelo do dia para a noite. Se algum produto promete mudanças radicais imediatas, dê uma boa olhada na composição. Você vai encontrar muitos produtos que, na verdade, estão "maquiando" o seu cabelo para que pareça saudável. 
           O que eu percebo, ao usar o pó de Amla, é que meu cabelo fica com mais volume, mas porque os fios acabam ficando um pouco mais encorpados, bem como ficam muito macios nos dias seguintes à aplicação.
Não se assuste com a aparência do piso no box do banheiro... Sim, vai parecer que rolou uma luta na lama, mas não existe bônus sem ônus... Aconselho, também, a não fazer movimentos bruscos na hora em que estiver retirando a máscara do cabelo ou, além do piso, vai ter que limpar os azulejos também, então o melhor é minimizar os danos! Outra sugestão é lavar o cabelo no tanque e, como diz minha amiga Ana Viera, "lavar com água fria é sempre um plus"!
       Agora, se bateu aquela preguiça de preparar a máscara, se rolou aquele desânimo só de lembrar que vai ter que limpar o box do banheiro ou a água fria do tanque te assusta, a Amla pode ser encontrada em outros produtos, como óleos, xampus, condicionadores e máscaras.
Eu descartei o uso do óleo de Amla, pois as poucas marcas que encontrei continham óleo mineral e parafina e a ideia de usar a Amla é justamente buscar produtos naturais e saudáveis para o cabelo e assim sendo, deve-se evitar os petrolatos.
Por esse mesmo motivo é importante verificar a composição de xampus, condicionadores e máscaras que contenham a Amla.
A Surya Brasil tem uma linha de produtos chamada Amla, Guaraná & Melão, natural, vegana e liberada para Low Poo. Essa linha é composta de xampu, condicionador, máscara e loção hidratante.

Eu tenho a máscara e simplesmente é amor para toda a vida! Tem um perfume delicioso, ótima consistência e rende muito (vem em embalagem de 300 gramas).
Até hoje, todos os produtos da Surya que usei me deixaram muito satisfeita. Só tenho elogios à marca que, além de fazer ótimos produtos, se preocupa em não utilizar substâncias químicas agressivas encontradas com frequência em cosméticos sintéticos. Além disso, a empresa também recebeu os certificados Ecocert (desenvolvimento sustentável) e Cruelty-free (não testado em animais).
O pó de Amla é maravilhoso e são muitos os benefícios não só para os cabelos, como também para o rosto (a mesma receita de máscara/pasta pode ser usada no rosto, mas com aplicação de 20 minutos) ou pode-se optar por um hidratante (lembra que falei que a linha da Surya também é composta por loção hidratante?).
É uma pena que a maravilhosa Amla seja tão desconhecida e tão pouco usada na indústria cosmética, considerando-se todos os benefícios que proporcionam ao cabelo e a pele.
Pela experiência que tive com o pó de Amla, digo que vale a pena experimentar, mas já aviso, você vai se apaixonar e não vai mais viver sem.
Alguém mais ama o pó de Amla?

Se você gostou deste post, comente, curta a página das (Ins)piradas no facebook e  nos siga no instagram

4 comentários:

  1. Ane, como vc descobre essas magias??? Hahahahaha! Vou mandar o texto para minha mamis agora!!!! Arrasou!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiguxa! A mamis vai adorar, tenho certeza! ^_~

      Excluir
  2. Ane,
    estou usando henna nos cabelos, não para ficar ruiva, mas para disfarçar os brancos. Misturados com meu castanho escuro está ficando bom, mesmo eu passando na maioria das vezes apenas nas têmporas, que desbotam antes. Você usa a henna da Shurya também? Pensei em usar a cremosa para revezar com o pó. Quanto à Amla me procupei com o ressecamento, pois é o que quero combater.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Maria. Eu uso Henna Powder 100% natural. Não uso a henna em creme da Surya porque é tonalizante e vai saindo com o banho. No meu caso, que lavo o cabelo todos os dias, a cor desbota muito rápido. Se você quer manter um tom de castanho, pode misturar a henna com índigo. Leia esse post sobre isso: http://iinspiradas.blogspot.com.br/2017/03/tingindo-o-cabelo-sem-quimica.html
      No final tem uma tabela com a quantidade a ser misturada e no texto tem o link de onde comprar henna e índigo. Quanto ao uso da amla, pode usar tranquila. Se tem medo do ressecamento, ele é mínimo e o uso de uma máscara hidratante (que pode até ser misturada com o pó de amla) já resolve isso. ^_~ Espero ter sanado tuas dúvidas, mas se tiver qualquer outra pergunta, só chamar!!! Bjs

      Excluir