iinspiradas

sábado, 21 de janeiro de 2017

Quem é o herói de Hercules? (Pastor alemão de “Quatro vidas de um cachorro”)

às
A situação amplamente divulgada esta semana é do pastor alemão “Hercules" forçado a encenar em uma correnteza turbulenta, mesmo o animal estando extremamente apavorado. Pelos segundos finais do vídeo, o cachorro aparenta se afogar. A cena faz parte da gravação do filme “Quatro vidas de um cachorro” (Título em inglês: “A Dog’s Purpose”).
Foto oficial do site do filme. 

“Aonde vai chegar a violência humana? ” – Muitos se perguntaram. A indignação e revolta é majoritária, mas meio a tantas críticas aos maus-tratos animais durante o set, esquecemos a principal causa desta aparição ao público: a pessoa que filmou e mostrou para o mundo o que realmente acontece. (Sim, eu disse acontece porque, infelizmente não se sabe se já aconteceu algo semelhante outras vezes, neste filme ou em outros).



Esta testemunha documentou que além deste ocorrido, haviam outros animais doentes e feridos sem cuidado veterinário adequado e, para piorar, muitos deles não estavam sendo alimentados corretamente para estimulá-los a realizar os treinamentos mais facilmente.

A testemunha se mantém em sigilo. Não sabemos nome ou idade, porém não importa: esta pessoa é um herói aos meus olhos, porque diante de tanta negligência ou pelo puro medo de estar em evidência, ele (a) foi quem teve coragem de mostrar para o mundo a realidade do backstage. Ele (a) que pôs sua profissão em jogo em nome do amor verdadeiro. Sim, isso é amor!


Até o próprio treinador e a companhia que cedeu o animal (Birds & Animals Unlimited - BAU) aceitaram a situação até chegar ao extremo, porque vê-se que na filmagem divulgada que o treinador foi o responsável por colocar o cão aflito na água e os demais funcionários da BAU não hesitaram em manter-se calados. Este é o mercado do entretenimento: aonde o dinheiro está acima da espiritualidade. 

“O amor pelo desamor. ”

A cena foi primeiramente divulgada pelo site americano TMZ: Meus parabéns! E em seguida, meus parabéns a todos que ajudaram a perpetuar a notícia pelas mídias.

Minha mensagem, portanto, é de esperança e, acima de tudo, sobre não ter medo do julgamento alheio porque quando se faz o bem, bem se colhe! E veja quantos frutos bons! Com certeza agora haverá mais vigilância aos cuidados animais na esfera cinematográfica.

A Universal Pictures em parceria com a Ambil Entertrainment, responsáveis pela produção do filme, além de cancelarem a data da pré-estreia do filme, divulgaram uma nota de esclarecimento garantindo o bem-estar atual do cão, serem a favor da segurança e tratamento ético de todos os animais em suas produções, assim como a promessa de tomada de medidas a respeito da situação. Confira a divulgação oficial aqui.

É importante sim evidenciar a evolução humana a respeito da sensibilidade aos animais, mas mais importante ainda é a coragem de fazer o bem acima de nossos egos, como este ser-humano fez.


Boicote ao filme:


A PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), organização mundial não governamental que trabalha a favor dos direitos animais, segue com a campanha de boicote ao filme. Confira na íntegra aqui.

Afinal, os animais que contracenam não possuem capacidade cognitiva de se sujeitar a atuar por vontade própria, então, no mínimo, merecem ser tratados com “humanidade” (como nós, humanos, gostaríamos de ser tratados), segurança e ética. 

Paz a todos e um ótimo sábado! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário