iinspiradas

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Sou eu quem decide...

às
Tenho mais de 30 anos e ainda não casei e escuto as pessoas perguntando porque ainda não casei... Estou casada há cinco anos e ainda não tenho filhos e a família me cobra um filho... Meu cabelo é crespo e todos me perguntam porque não aliso... Tenho vergonha de usar biquíni na praia porque estou acima do peso... Não posso me envolver com aquele cara porque ele é mais baixo do que eu... Se eu tiver muitas tatuagens não vou conseguir um bom emprego...
É impressionante como vivemos em um mundo de cobranças e exigências, com padrões estabelecidos do que é beleza, sucesso, com que idade devemos casar, em quanto tempo um namoro deve virar casamento, quanto tempo após o casamento os filhos devem começar a surgir... Padrão... Em um mundo de diversidade como podemos falar em padrão?

             E por que nos importamos? Porque nos deixamos afetar? Porque nos intimidamos diante do que está fora do padrão? Porque nos constrangemos diante daquilo que está fora do preestabelecido?
Minha prima postou na pagina dela do Facebook a seguinte frase: “Você chega em casa, faz um café, senta na sua poltrona favorita e não tem ninguém... Você que decide se isso é solidão ou liberdade”.
Achei fantástico.
Sou eu quem decide!
Não interessa o que foi definido ou preestabelecido... Eu decido!
Há um tempo atrás, li em um grupo do Facebook que participo (No e Low Poo Iniciantes) uma mulher relatando que estava sentada em um ônibus e uma criança sentada ao seu lado perguntou por que o cabelo dela crescia para cima e ela respondeu que o seu cabelo, na realidade, era uma coroa, para se lembrar que vinha de uma família de reis e rainhas lá do outro lado do mar, da África! E a criança, encantada com a resposta, se vira para a mãe e diz: "mamãe, ela tem cabelo de rainha!"
Eu me encantei com essa história, simplesmente não consigo esquecer essa mulher que decidiu que não ia se submeter ao padrão do cabelo liso e que tinha total consciência de que seu cabelo é lindo!
O quanto perdemos quando decidimos que temos que seguir os padrões? Talvez o amor da nossa vida? Uma carreira profissional? O(a) melhor amigo(a)?
Assisti um filme bastante despretensioso chamado “Um amor à altura”, onde uma mulher conhece um homem incrível, mas ele é baixinho e ela entra no famoso dilema “o que os outros vão pensar?”.
Assista o trailer:


Porque realmente nos importamos com o que as pessoas vão pensar a respeito das minhas tatuagens? Do meu piercing? Porque decidi não ter filhos? Porque quero ter sete filhos? Porque não aliso meu cabelo crespo?
Caramba... Não devemos nos importar. Que riam... Que apontem o dedo... Que cochichem...
Sou eu quem decide!
Eu sei O QUE me faz feliz!
Eu sei QUEM me faz feliz!
Quando nos submetemos aos padrões preestabelecidos criados pela sociedade acabamos por restringir as possibilidades da vida.
Quando decidimos evitar os padrões, nos aceitamos como somos e nos amamos exatamente como somos e, dessa forma, somos livres para também aceitar e amar aos outros exatamente como são, pois abrimos nossa mente para novos olhares, para outros conceitos.
Então decidi que mesmo tendo um metro e meio de altura, não vou usar salto alto, que posso casar com alguém bem mais jovem do que eu, que posso ter uma filha depois dos 40 anos, que meu cabelo será para sempre ondulado...
Sou eu quem decide.
E eu decido ser feliz.


📧 E-mail: iinspiradas@gmail.com / aneossanes@gmail.com
📷Instagram: @iinspiradas / @aneossanes

📲Facebook: (INS)PIRADAS


3 comentários:

  1. Inspirador!!! Sermos senhores do nosso destino :)
    Ótima mensagem para começar a semana bem

    ResponderExcluir
  2. Ser autor da sua própria história. Não são os patrões pré estabelecidos de uma sociedade pós moderna que vai determinar as suas escolhas, pois elas, "as escolhas" devem se originar das profundezas do seu verdadeiro EU.

    ResponderExcluir
  3. Ane;

    Inspiração é teu nome do meio e leveza seria aquele apelido carinhoso dos queridos e próximos.

    Texto despretensioso,mas cheio de verdades! Do jeitinho que só você mesmo poderia expressar!

    Como sempre,tá de parabéns.

    😘

    ResponderExcluir