iinspiradas

segunda-feira, 13 de março de 2017

Tingindo o cabelo sem química

às
Quando se toma a decisão de abandonar os cosméticos tradicionais por produtos naturais, talvez o ponto mais complicado seja em relação à coloração do cabelo. Não são muitas pessoas que aceitam com tranqüilidade a chegada dos cabelos brancos, principalmente quando surgem precocemente.



No meu caso, decidi pela coloração natural depois de uma descoloração mal sucedida que literalmente destruiu o meu cabelo. Levei quase dois anos para recuperar o estrago feito pela descoloração e foi quando decidi que minhas madeixas não seriam mais agredidas pela química. Comecei a praticar Low Poo (técnica para cuidados do cabelo com produtos sem produtos químicos agressivos como sulfatos e petrolatos) e resolvi abdicar das tintas para cabelo. 
             A parte da coloração foi bastante difícil, primeiro porque usava o cabelo ruivo quase laranja há mais de 10 anos e amava essa cor e segundo porque já tenho cabelos brancos (sim, muitos fios brancos...). Mas como prezo mais minha saúde do que a cor do cabelo, decidi que o melhor era começar a usar a Henna para cobrir meus fios brancos e dar um tom acobreado ao meu cabelo castanho claro/médio.
           Confesso que achei esquisito de início, visto que usava uma cor muito vibrante e agora teria que me contentar com um castanho acobreado, mas vendo o resultado do Low Poo + Henna, tive a convicção de que tomei a decisão certa. Cabelo saudável, brilhante, leve, definido e o melhor, ouvindo muitos elogios (massagem no ego).
                Então quero passar essas informações preciosas que recebi e, quem sabe, ajudar aquelas pessoas que estão em dúvida sobre abandonar a tintura tradicional e, até mesmo, apresentar uma alternativa natural para quem nem imaginava que isso era possível.
               A primeira coisa que deve ser esclarecida é que a natureza ainda não nos proporcionou meios de clarear o cabelo, então se seu cabelo é escuro, não vai conseguir ficar loira. Por outro lado, os cabelos loiros são os mais fáceis de serem tingidos naturalmente, seja para acentuar o tom claro do cabelo, seja para mudar a cor, podendo chegar até ao preto. Já os cabelos escuros, terão uma limitação de cores que poderão atingir, de acordo com a cor base do cabelo.
Então antes de falar sobre como tingir, é importante estabelecer os tons de cabelo em uma tabela de 1 a 10, assim definidos: preto profundo (1), preto natural (2), castanho escuro (3), castanho médio (4), castanho claro (5), loiro escuro (6), loiro médio (7), loiro claro (8), loiro muito claro (9) e loiro claríssimo (10).


As colorações naturais são feitas de plantas secas e moídas, que após misturadas com água morna, liberam seus pigmentos e fixam-se nos fios e as diferentes cores vão surgir do uso de uma dessas plantas ou da combinação de duas ou mais delas.
As mais conhecidas e utilizadas são a Henna, Índigo e a Cássia Obovata, todavia, ainda se pode citar a Red Kamala, Manjistha, Brahmi e Bhringraj.
Nesta postagem vamos tratar exclusivamente sobre produtos 100% naturais e puros, assim, esqueça aquelas marcas que vendem “Henna” com cores diferentes do cobre, pois não estão apresentando um produto 100% puro, mas um produto misturado com outras plantas (podendo ser 100% natural, embora não 100% puro) ou com o acréscimo de produtos sintéticos, como corantes ou aditivos.
Esqueça, também, as “hennas” em creme, pois estas não tingem o cabelo, apenas tonalizam e seu efeito vai saindo conforme for lavando o cabelo.
Mas porque escrever henna entre aspas?
Simples, porque não são apenas Henna, mas uma combinação de várias plantas, ou, como já citei, com adição de corantes. Eu acho extremamente errado as empresas comercializarem um produto como Henna, quando na verdade a Henna é apenas um dos componentes e, dessa forma, propagar uma informação equivocada, ao invés de buscar uma nomenclatura mais correta como tintura natural ou algo do gênero.
A Henna (Lawsonia Inermis) é a mais conhecida e a que possui a pigmentação mais intensa e permanente SEMPRE de cor acobreada, do laranja ao vermelho. Por ter uma melhor fixação acaba sendo a melhor base para se atingir os demais tons, pois as outras plantas não tem uma fixação tão boa e tendem a desbotar mais rápido. Assim quando utilizadas em conjunto com a Henna, a duração da pigmentação é muito maior. Utilizada sozinha, os cabelos brancos ficarão ruivo acobreado e os cabelos do loiro ao preto, vão do tom alaranjado até somente ao brilho acobreado.
Para quem busca os tons avermelhados, a Henna poderá ser misturada, também, com Red Kamala, para dar a coloração mais aproximada de um tom de vinho ou a Manjistha, que tem dará um tom vermelho mais intenso.
A Cássia Obovata (Senna Italica) também conhecida como Henna Neutra, possui um corante dourado e não tem a capacidade de clarear ou tingir sozinha os cabelos, mas apenas de intensificar a cor já existente. Assim, não vai gerar efeitos sobre os cabelos grisalhos e vai apenas intensificar a cor natural das demais cores, deixando-os mais brilhantes. Entretanto, quando usada em conjunto com a Henna, vai deixar o cabelo loiro com um tom dourado acobreado (Strawberry Blonde), alterando a cor até o cabelo preto que ficará bem brilhante.  Além disso, essa planta é indicada para condicionar e reparar cabelos secos ou danificados.
       Por fim, temos o Índigo (Indigofera Tinctoria) que possui um corante azul, porém, sozinho não tem boa fixação, devendo ser utilizado em conjunto com a Henna, ou logo depois da aplicação dela. Se usado sozinho, vai deixar o cabelo com uma cor de um azul profundo, quase preto. Se utilizado em conjunto com a Henna dará diferentes tons de castanho e preto, dependendo da proporção de cada um e, se utilizado após a aplicação da Henna o cabelo ficará preto. É possível, também, acrescer à mistura de Henna + Índigo, o Bhringraj (que ajudará a manter o cabelo escuro e brilhante, além de promover o crescimento do cabelo), o Brahmi (que promove o crescimento do cabelo, reduz a queda e o envelhecimento precoce, controla a caspa e deixa o cabelo mais escuro) ou o Bhringraj (que evita a queda/calvície, escurece o cabelo, combate o envelhecimento prematuro dos fios, controla e combate a caspa).  Além disso, o Índigo ajuda a dar brilho, hidrata e protege os fios.
Observe, abaixo, a tabela de referência de cores que me foi fornecida pela Iara Henna (uma das pessoas que mais entende de tintura natural que eu conheço). Assim, é possível ter uma ideia da cor base do cabelo e o resultado de acordo com o uso da Cassia, Henna e Índigo: 

É bom ressaltar que esses são resultados em potencial, mas não absolutos, pois a coloração será afetada pela saúde dos fios (a pigmentação fica mais difícil nos fios porosos), se o cabelo é tingido ou natural e, é claro pela tonalidade do cabelo, pois tanto o castanho claro ou castanho escuro, por exemplo, possuem graduações de tonalidade.
Não vou me aprofundar sobre o preparo e aplicação, pois vai depender da marca do produto utilizado, então meu conselho é: leia as instruções.
  Eu amei a mudança e não me arrependo de deixar para trás meu cabelo alaranjado, agora quase totalmente livre de químicas, pois também abandonei os shampoos tradicionais por shampoos sólidos e naturais. Só uso condicionador e máscara tradicionais (mas liberados para Low Poo), porque ainda não achei aquele produto natural para amar por toda a vida, pois os que testei até agora, não curti muito. Mas o importante é saber que meu cabelo não vai mais ter contato com amônia, água oxigenada e tantas outras químicas agressivas para pintar o cabelo. Tingir o cabelo de forma natural foi para mim, uma das decisões mais saudáveis que tomei.
Não é demais ressaltar que é sempre melhor buscar alternativas naturais para fugir dos produtos químicos, que agridem não apenas os cabelos, mas a saúde como um todo.
             Acima de tudo, saúde!


iinspiradas@gmail.com
aneossanes@gmail.com
@iinspiradas
@aneossanes
(ins)piradas

21 comentários:

  1. Só faltou a sugestão de marcas. Ando me preparando para essa decisão em relação a tintura. Prático no poo com algumas adaptações.
    Mas em relação a tintura, ainda um tanto perdida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te aconselho a dar uma olhada no grupo do face Henna- amor que não debota. Vai aprender muito sobre henna ali. Para comprar Henna, eu indico comprar com a Iara Henna. Compro dela há muito tempo e confio muito. Deixo abaixo o link do face dela para contato.
      https://www.facebook.com/iarahenna65?fref=ts

      Excluir
  2. Que legal esse post, a um dois anos atrás eu descolori meu cabelo, é adivinha que aconteceu? Quebrou todo, ficou muito danificado, então resolvi deixar da cor natural msm, mais agora quero mudar o visual.
    Beiijooos
    Www.mayraarcanjo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passei pela mesma situação e é horrível. Vontade de sentar em um canto e chorar. Por isso abandonei a química no cabelo.

      Excluir
  3. Que legal, estava precisando mesmo de dicas assim, tenho vontade de pintar sempre meu cabelo, mas não queria colocar muita química, tenho medo de prejudicar muito. Gostei muito do post.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Fico muito feliz. Te digo que tingir o cabelo com produtos naturais, além de colorir, também trata os fios. Uma opção muito melhor que usar química.

      Excluir
  4. Não conhecia nada sobre essa Henna... parece ser muito boa. Eu nunca pintei o cabelo, sei lá fico meio receosa kkkkk mas adorei o post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado do post. A Henna é maravilhosa, mas amar o cabelo natural é melhor ainda ^_~

      Excluir
  5. Que dica bacana ! Eu mesmo to fiel ao preto, meu cabelo já é escuro mas gosto de passar o preto para deixar mais brilhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cabelo preto é lindo! Pena que pouca gente curte usar! Que bom que gostou das dicas do post ^_~

      Excluir
  6. Muito legal teu post! Eu só pintei o meu cabelo de preto, mas nunca tive problema não. Agora estou com luzes mas não sei até quando porque resseca demais o cabelo, se me der a louca vou tacar uma tinta.rsrs
    Poxa colorir sem química deve ser melhor, tenho vontade de tentar depois de ler seu post. Parabéns!
    bjs

    Simplesmente Ciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me alegra saber que gostou do post. Te conto por experiência que usar produtos naturais é infinitamente melhor que usar produtos químicos. Além de tingir, ainda trata e dá brilho aos fios.

      Excluir
  7. Que babado essa dica henna! Eu não conhecia não, mas fiquei curiosa para testar.
    Eu amo mudanças e adoro mesclar meu cabelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. O melhor lugar para aprender mais sobre henna é no grupo do face: henna- amor que não desbota.

      Excluir
  8. Eu ja tive muita vontade de tingir meus cabelos, mais que certo de ter um castanho clsro, hoje essa ânsia passou totalmente e uso o tom natural dele. Gostei da sua dica sobre o tema. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do post. Ainda acho que o melhor é manter o cabelo natural, mas se a decisão é por tingir, melhor que seja com produtos naturais que não agredem a saúde. ^_~

      Excluir
  9. Eu também quero parar com as tintas e estou pesquisando sobre a henna.
    Só que mesmo com a henna tem que abrir a raiz com tinta antes do retoque.
    Foi aí que pensei na cassia, mas ela sozinha não tem potencial para 'cobrir' a raiz. Estou cheia de dúvidas... meu cabelo natural é entre a base 5 e 6, mas já tem uns brancos na área, por isso que pinto.
    Será que se no retoque misturar a cassia com a henna na raiz, consigo igualar a raiz com o comprimento ao jogar a henna no cabelo todo?
    Quero uma opção para parar com tinta de vez!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Não é necessário abrir a raiz para fazer os retoques a menos que seu objetivo seja usar a henna para deixar o cabelo com uma cor bem acobreada. Seu cabelo é escuro (base 5 e 6) então se usar apenas a henna, os cabelos brancos ficarão acobreados (fica um efeito tipo luzes). Como seu cabelo é mais escuro, a cássia misturada com a henna só vai dar brilho no cabelo, mas não vai alterar a cor. Infelizmente ainda não descobrimos na natureza uma forma 100% natural de clarear o cabelo. Espero ter ajudado. Qualquer dúvida, por favor, pergunte. ^_~

      Excluir
    2. Oi, obrigada por responder.
      Atualmente ele tá pintado na base 9, e já tem mais ou menos um mês que colori. Como não quero um ruivo fechado, acho que tenho que manter nessa base para hennar, por isso os retoques na raiz, além dos brancos é claro.
      Tá difícil, pelo jeito terei que abrir mesmo a raiz sempre que for retocar...

      Excluir
    3. Neste caso, considerando a base do cabelo, vai ter que continuar abrindo para depois usar a henna. Procura manter o cabelo bem hidratado, porque o processo de descoloração é muito agressivo para o cabelo. ^_~

      Excluir
    4. Eu faço cronograma capilar e vou aderir ao Low Poo.
      Até pensei em depois que hennar e a raiz começar a surgir, usar biondina para ver se dá uma clareada e consigo fugir da tinta para o retoque. Como eu disse antes, são muitas dúvidas...
      Obrigada!

      Excluir